terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A síndrome do coitado e o atendimento ao cliente!

Hoje foi dia de revelação de amigo secreto na equipe que eu trabalho. Como sempre, deixei para comprar o presente do meu amigo em cima da hora, e corri para o "centro" da cidade em meu horário de almoço em busca do presente.

Entrei na loja que trabalhei durante 07 anos e 08 meses pois sabia que lá encontraria o presente que ele me  pediu. E fiquei impressionada com o que presenciei. 

Dois funcionários estavam conversando, ou melhor, reclamando do trabalho na frente de clientes e falavam alto para que todos ouvissem. Como sei como funciona o sistema da empresa, eu mesmo peguei o produto e me dirigi ao caixa. Porém uma mulher chegou perto daqueles funcionários e perguntou se eles precisavam fazer nota de venda e um deles disse: "- A gente não ganha comissão de nada, só passar direto no caixa. Só quem ganha comissão é a realeza!" Ou seja, outro departamento da loja que eu sei que esta ganhando comissão por venda. Na hora pensei: "Preciso guardar o nome e a fisionomia dessa pessoa, para nunca contrata-lo na empresa!"

Fui para o caixa, só tinha uma pessoa atendendo, a outra operadora estava retornando do almoço e entrou no vestiário para guardar sua bolsa (sei disso pois como disse, trabalhei naquela empresa 07 anos e 08 meses!) e depois encontrou uma amiga e parou para ficar conversando no meio da loja. Uma Sra que estava comprando presente para a neta foi até a tal moça pedir informação e eis que a funcionária solta a seguinte pérola: "Não estou atendendo ninguém, não tô trabalhando, tô em horário de almoço." Na hora pensei: "Preciso guardar o nome e a fisionomia dessa pessoa, para nunca contrata-lo na empresa!" Como se a cliente soubesse disso. A pessoa fica parada no meio da loja, de uniforme conversando com amiga e o cliente tem obrigação de saber que o funcionário esta almoçando! Do outro lado o mesmo funcionário que falou pra cliente que não ganhava comissão grita: "Arrasou amiga!"

Assistir esse tipo de descaso com o cliente me deixa deveras revoltada: 1º: Trabalho na área de Recursos Humanos e mensalmente realizo recrutamento e seleção de pessoas e cada dia mais creio que a escassez de bons profissionais só aumenta. 2º: Essa empresa fornece ao funcionário: Convênio médico de uma rede conhecidíssima por um preço irrisório, convênio odontológico, PLR, Vale alimentação, 3º Não atrasa pagamento e o  FGTS é depositado certinho (Prova disso foi aquisição de meu apto com ajuda desse recurso da época em que trabalhei com eles) 4º Com a taxa de desemprego alta, ouvir uma pessoa reclamar me faz pensar que não precisam trabalhar.

Ahhh, mas é muito mais cômodo que o ser humano reclame do trabalho, e jogue a culpa de seus problemas na empresa, afinal ela é a maior culpada pela vida medíocre que eles levam. Como se a mudança dependesse da empresa. E aí ele não faz nada, nadica de nada para melhorar, para "Crescer na vida, crescer profissionalmente" (resposta dada por 99,9% dos candidatos que eu entrevisto quando pergunto o objetivo que eles tem para o futuro). É mais fácil se fazer de vítima, de coitado do que correr atrás do que se quer. É mais fácil reclamar do salário!

O maior motivo que faz um comércio perder seus clientes e não atingir suas metas é o Mau Atendimento. Perde-se vendas  por culpa de funcionários que não sabem o que querem da vida. Cliente não tem culpa de seus problemas. Clientes não tem bola de cristal para saber que você está em horário de almoço!

Não reclame da sua vida ou de seus problemas ou da empresa na frente de seus clientes, principalmente se ele for um Profissional de RH!

E o mais importante: é o cliente que mantém uma empresa aberta! E que paga seu salário! E que faz empresas falirem!



Um comentário:

  1. Que bom que o brogui voltou. Muita informação boa

    ResponderExcluir